Confira

Confira

11

jul 2017

Entenda os números da violência no Brasil

em Dicas e Notícias

Essa série mostra dados mais recentes divulgados pelo Ministério da Saúde. O número de mortes violentas chega a 60 mil por ano no Brasil.

Cenário no Brasil
De cada 100 mortes violentas no Brasil no ano 2000, 58 foram no Sudeste e 26 no Norte e Nordeste. Em 2015, 40 de cada 100 mortes foram no Norte e Nordeste e 28 no Sudeste. Os números de 2015 mostram que uma região se tornou a menos violenta e as outras duas as mais violentas do país.

Belém, Pará
Em 15 anos, as mortes violentas tiveram um aumento expressivo na cidade, agora chegam a quase 900. A taxa por grupo de 100 mil habitantes, já é quase o triplo.

Manaus, Amazonas
A maior cidade da região norte também viu um aumento da violência em 15 anos. Manaus faz muito mais vítimas atualmente do que no ano 2000. E a taxa de mortes violentas passou de 32 para 55.

Sergipe
No estado mais perigoso do Brasil, a taxa de mortes violentas é o dobro da média nacional.
Aumento de mortes nas cidades pequenas
No ano 2000, nas cidades maiores, de cada grupo de 100 mil habitantes, morreram 46 pessoas de forma violenta. Em 2015, esse número caiu para 36. No interior aconteceu o contrário. Subiu de 11 para 16 nas cidades pequenas. E
de 16 para 27 nas médias.

Além das metrópoles
A violência ultrapassou os limites das metrópoles. E já faz quase o mesmo número de vítimas nas cidades pequenas e nas grandes – mais de 20 mil. Quinze anos antes, a diferença entre grandes e pequenas era muito maior.

Itabaiana, Sergipe
Em 15 anos, o número de homicídios em Itabaiana praticamente triplicou. Foi de 29 para 83 por ano. A taxa de mortes violentas já é o triplo da média nacional.

Ubiratã, Paraná
A pequena Ubiratã, com 22 mil habitantes, teve dois homicídios no ano 2000. Em 2015 foram dez. A taxa de mortes violentas passou de nove para 45. A explicação para essa multiplicação da violência é a mesma pra quase toda cidadezinha brasileira.

Crimes combatidos em SP
No ano 2000, das 12 cidades brasileiras com as maiores taxas, sete estavam em São Paulo. Porém, os crimes contra a vida foram combatidos com sucesso.
Mas isso não significa dizer que a população viva com segurança. E às vezes o risco vem de onde menos se espera.

Envolvimento de policiais
Em São Paulo, as mortes provocadas por policiais aumentaram nos últimos anos. Foram 139 em 2005. E 438 no ano passado. É como se de cada três mortes violentas, uma tivesse o envolvimento de policiais.
Número de homicídios caiu nas duas maiores cidades brasileiras
Apesar da violência policial ter aumentado, o número de homicídios caiu nas duas maiores cidades brasileiras. A taxa por 100 mil habitantes passou de 59 para 14 catorze em São Paulo. No Rio, caiu de 52 para 22 em 15 anos. Um avanço importante, que tem mais de uma explicação.

Fonte: G1

Nós gostamos de você também :)
Notícias Similares