Confira

Confira

26

mar 2015

Circuito Fechado de TV – Mega Sinal

em Dicas e Notícias

Circuito Fechado de TV ou simplesmente CFTV (do inglês Closed Circuit Television CCTV), é um sistema de televisão que distribui as imagens provenientes de câmeras localizadas em locais específicos e estratégicos para um ou mais pontos de visualização, podendo estes serem locais ou mesmo remotos.

Nas versões mais simples ou antigas, era constituído do por câmeras, cabos e monitores, destinada a serem visualizadas por poucas pessoas, as quais obrigatoriamente deveriam esta conectadas ao sistema, porém, por encontrarem-se em grande evolução nos últimos anos, tanto em termos de tecnologia como de aplicações, na tecnologia encontra-se na era digital utilizando-se de DVR, NVR e Stand Alones, os quais além de apresentar as imagens localmente também gravam em HD e permitem o acesso remoto através da Internet e na aplicabilidade sendo utilizadas no reconhecimento facial e de placas, vigilância rodoviária, entre tantas outras.

Utilizadas inicialmente com o propósito de segurança e vigilância, também hoje é utilizada em outras áreas como controle de acesso, monitoramento de linhas de produção, laboratórios de pesquisa, área médica, monitoramento da fauna e flora, etc..

As câmeras agora vem equipadas com Led Infravermelhos, os quais permitem a visualização mesmo em locais totalmente escuros, podendo ser fixas ou móveis, são alimentadas normalmente por fontes chaveadas as quais possibilitam maior durabilidade. Interligadas aos DVR, NVR ou Satnd Alones, que são equipamentos desenvolvidos propriamente para a função de gravação e gerenciamento de imagens, sua estrutura e configuração se limitam em atender somente à esta tarefa e nada mais. Com capacidade máxima de 4, 8 ou 16 câmeras trabalha com HD interno para armazenamento das imagens e podem possuir até 2 TB de espaço em disco. Por ser um equipamento desenvolvido somente para de gravação e gerenciamento de imagens, sua capacidade de processamento torna-se superior aos demais equipamentos disponíveis no mercado e por utilizar um software proprietário em Linux minimiza os problemas com sistemas operacionais e é justamente por ter este diferencial que a algum tempo deixamos de trabalhar com placas de captura ou equipamentos similares,

Possuem inúmeras ferramentas, tais como o Sistema de Detecção de Movimentos, Visualização das Gravações, Acesso Remoto Via Internet, Edição das Imagens, Administração de Usuários, entre outras funções. Com o passar dos anos ficou mais completo e já possui inúmeras funções e ferramentas que facilitando o seu uso, tais como Mouse, Controle Remoto, Saídas USB, Saída VGA, Saída BNC, Saída Sequencial e Configuração para Dynamic DNS. O sistema de Gravação por Movimento é essencial para economia do disco rígido, pois, o mesmo só gravará o necessário, ou seja, quando houver movimentos diante da câmera, tendo o tempo de pré e pós alarme configuráveis de acordo com a necessidade de cada cliente. Com este recurso alguns equipamentos podem gravar semanas ou mesmo meses de imagens economizando ao máximo o HD e facilitando o encontro de algum evento que tenha sido gravado dias anteriores. O Acesso Remoto ao sistema, é perfeito quando se precisa visualizar, gravar ou até mesmo recuperar as imagens do sistema em outro ambiente que não seja o local de origem, pois, permite este acesso através do Protocolo TCP/IP utilizando login e senha. Toda conexão com internet recebe de seu provedor um número de IP e este número é o endereço virtual de cada computador conectado na internet. Com as devidas configurações realizadas pode-se utilizar este número de IP em qualquer computador conectado a internet para acessar as imagens do local, podendo visualizar ou até mesmo gravar as imagens.

Mega Sinal Sistemas de Alarmes

Por favor, selecione a rede social que você quer compartilhar essa página com:

Nós gostamos de você também :)
Notícias Similares