Confira

Confira

18

maio 2017

Câmera de videovigilância consegue detectar invasões de perímetro

em Dicas e Notícias

Software embutido em câmera de videovigilância consegue detectar invasões de perímetro

Um software de analítico de vídeo capaz de identificar invasões em instalações em grandes áreas acaba de ser lançado no mercado. Trata-se de uma solução voltada para instalações em áreas onde se faz necessário reforçar o controle do entorno, onde a supervisão por rondas é ineficiente ou a chegada de veículos em horários não previstos pode indicar um assalto.

Segundo a desenvolvedora do Axis Perimeter Defender, a empresa sueca Axis Communications, o sistema gera um alerta automático, indicando o local onde houve um potencial crime, mesmo em ambientes sem qualquer tipo de iluminação artificial. Além disso, a aplicação reconhece intrusões e até comportamentos suspeitos, como quando um mesmo indivíduo circula de forma recorrente por determinado local. Ao tomar conhecimento da invasão, é possível acionar a polícia e contar com um registro em vídeo do ocorrido.

Com este novo passo, a Axis leva a tecnologia analítica para dentro das próprias câmeras de videovigilância e dispensa a necessidade de investir num servidor. “O sistema não depende de um servidor central para processar as gravações. Isso faz com que a solução seja altamente expansível porque não há necessidade de redesenhar o sistema cada vez que uma nova câmera é adicionada à rede”, ressalta Peter Friberg, ‎diretor de soluções da empresa.

A aplicação vem com uma ferramenta intuitiva de setup e gestão numa única interface. Através da interface de gerenciamento central, o operador consegue configurar e gerir na rede todas as câmeras com analíticos embutidos. Além disso, uma representação gráfica de detecção de distâncias garante que quaisquer eventuais pontos cegos sejam eliminados. O novo software pode ser combinado com câmeras de rede Axis, alto-falantes IP estilo corneta e software de gestão de imagens (VMS) de terceiros para reforçar a proteção perimetral em áreas críticas.

Fonte: Revista Security

Nós gostamos de você também :)
Notícias Similares
Atendimento Via WhatsApp